A vida de um praticante de atletismo se divide entre corridas, saltos, arremessos e lançamentos. 

Os melhores do mundo em cada modalidade esperam a cada quatro anos por uma chance de disputar as provas de atletismo dos Jogos Olímpicos.

Os três melhores em cada prova voltam para casa com medalhas e os nomes marcados na história do esporte.

Você conhece todas as provas de atletismo disputadas em Olimpíadas? Aqui, não vamos deixar que você se esqueça de nenhuma.

Fique com a gente para conhecer todas as provas olímpicas do atletismo, saber como elas são disputadas e quais são os detentores dos recordes na competição! A saber, os recordes são divididos em Mundial e Olímpicos, ou seja nem sempre são a mesma marca, assim aqui colocaremos os recordes dos atletas nas Olimpíadas. Confira os melhores tempos geral aqui.

Provas Olímpicas do Atletismo

  • 100 metros rasos
  • 200 metros rasos
  • 400 metros rasos
  • 800 metros rasos
  • 1500 metros rasos
  • 5 mil metros rasos
  • 10 mil metros rasos
  • 110 metros com barreiras
  • 400 metros com barreiras
  • 3 mil metros com obstáculos
  • Maratona
  • Marcha Atlética
  • Heptatlo
  • Decatlo
  • 4 x 100 metros rasos
  • 4 x 400 metros rasos
  • Salto Triplo
  • Salto em Distância
  • Salto em Altura
  • Salto com Vara
  • Arremesso de Peso
  • Lançamento de Disco
  • Lançamento de Dardo
  • Lançamento de Martelo

100 metros rasos

Usain Bolt recordista de 100 e 200 metros rasos no atletismo
Homem mais rápido do mundo, o jamaicano Usain Bolt é o recordista mundial dos 100 metros rasos

Os 100 metros rasos são a prova mais rápida do atletismo. Até hoje, a melhor marca já registrada pertence ao jamaicano Usain Bolt. Assim também, no feminino a melhor marca é de uma jamaicana, Elaine Thompson-Herah.

Nesta prova, os corredores são separados por raias de 1,22m de largura e não podem interferir no espaço de outro competidor.

Os atletas largam de blocos de partida fixados no chão ao som de um sinal de partida. Caso tenha tempo de reação inferior a 0,1s, o competidor será desclassificado por largada falsa.

Os 100 metros rasos são disputados em uma reta. O vencedor será aquele cujo torso cruzar primeiro a linha de chegada — pernas e braços são desconsiderados.

Caso não seja possível determinar o vencedor a olho nu, é usado o sistema chamado photo finish para determinar o campeão.

Se a prova for disputada com uma velocidade de vento favorável maior que 2 m/s, os tempos registrados não são aceitos para a homologação de recordes. Como as Olimpíadas possuem 

  • Recorde Olímpico dos 100 metros rasos masculino: Usain Bolt (Jamaica) com 9,63 segundos – (2012)
  • Recorde Olímpico dos 100 metros rasos feminino: Elaine Thompson-Herah (Jamaica) com 10,61 segundos – (2021)

200 metros rasos

Florence Griffith Joyner recordista mundial dos 200 metros rasos
Florence Griffith-Joyner registrou o recorde mundial e olímpico dos 200 metros rasos em Seul 1988

Os 200 metros rasos são a segunda prova mais rápida do atletismo. Por isso, é comum que atletas que se destaquem nos 100 metros rasos também consigam bons resultados nessa disputa. Tanto é que os recordistas mundiais, no masculino e no feminino, são os mesmos nas duas provas.

Além de ter o dobro da distância, a principal diferença em relação aos 100 metros rasos está no fato de que os atletas dos 200 metros rasos largam em uma curva, para concluir a prova em uma reta.

As regras sobre largada, definição do vencedor e registro de recordes são as mesmas aplicadas para os 100 e os 400 metros rasos.

  • Recorde Olímpico dos 200 metros rasos masculino: Usain Bolt (Jamaica) com 19,30 segundos – (2008)
  • Recorde Olímpico dos 200 metros rasos feminino: Florence Griffith Joyner (EUA) com 21,34 segundos – (1988)

400 metros rasos

Wayde van Nierkek é recordista mundial dos 400 metros rasos
Wayde van Nierkek é o mais rápido da história nos 400 metros rasos

Mais longa entre as provas mais rápidas do atletismo, os 400 metros rasos são disputados com uma volta completa na pista do estádio olímpico.

Assim como nos 100 e nos 200 metros rasos, os atletas largam a partir do contato com um bloco de partida e devem se manter na mesma raia durante todo o percurso.

  • Recorde Olímpico dos 400 metros rasos masculino: Wayde van Nierkek (África do Sul), com 43s03 – (2016)
  • Recorde Olímpico dos 400 metros rasos feminino: Marie-José Pérec (França), com 48s25 – (

800 metros rasos

David Rudisha é recordista mundial dos 800 metros rasos
O queniano David Rudisha é recordista mundial dos 800 metros rasos

A prova dos 800 metros rasos é considerada uma corrida de meio fundo.

Os competidores largam em pé e não são obrigados a permanecer em suas raias, sendo permitido passar pelo espaço de outro competidor.

Nos 800 metros rasos, os atletas devem dar duas voltas completas.

  • Recorde Olímpico dos 800 metros rasos masculino: David Rudisha (Quênia), com 1min40s91 – (2012)
  • Recorde Mundial dos 800 metros rasos feminino: Nadezhda Olizarenko (União Soviética), com 1min53s43 – (1980)

1500 metros rasos

Etíope Genzebe Dibaba é recordista mundial dos 1500 metros rasos
Etíope Genzebe Dibaba é recordista mundial dos 1500 metros rasos, com 3m49:53, marca ainda não batida em Olímpiadas.

Assim como os 800 metros rasos, a prova dos 1500 metros rasos é uma corrida de meio fundo. Os atletas largam em pé e podem abandonar suas raias durante o percurso.

Nos 1.500 metros rasos, são realizadas três voltas completas e mais ¾ da pista.

  • Recorde Olímpico dos 1.500 metros rasos masculino: Jakob Ingebrigtsen (Noruega), com 3min28s32 – (2021)
  • Recorde Olímpico dos 1.500 metros rasos feminino: Faith Kipyegon (Quênia), com 3min53s11 – (2021)

5 mil rasos

Kenesisa Bekele recordista mundial dos 5 mil metros rasos
Kenesisa Bekele correu 5km em pouco mais de 12 minutos e meio

A prova de 5 mil metros rasos é uma das duas corridas de fundo do atletismo.

Assim como nas corridas de meio fundo, os atletas não precisam permanecer em suas raias durante a prova.

Nos 5 mil metros rasos, são dadas 12 voltas e meia na pista de atletismo. 

  • Recorde Olímpico dos 5 mil metros rasos masculino: Kenenisa Bekele (Etiópia), com 12min57s32 – (2008)
  • Recorde Olímpico dos 5 mil metros rasos feminino: Vivian Jepkemoi Cheruiyot (Quênia), com 14min26s17 – (2016)

10 mil metros rasos

Almaz Ayana recordista mundial dos 10 mil metros
Almaz Ayana foi campeã olímpica no Rio e se tornou recordista mundial dos 10 mil metros

Os 10 mil metros são a prova mais longa entre aquelas disputadas na pista de atletismo.

Os atletas largam em pé e não precisam se manter nas próprias raias durante todo o percurso.

Nos 10 mil metros rasos, são dadas 25 voltas na pista do estádio olímpico.

  • Recorde Olímpico dos 10 mil metros rasos masculino: Kenenisa Bekele (Etiópia), com 27min01s17 – (2008)
  • Recorde Olímpico dos 10 mil metros rasos feminino: Almaz Ayana (Etiópia), com 29min17s45 – (2016)

100 metros com barreiras

Kendra Harrison recordista dos 100 metros com barreiras
Kendra Harrison é a mais rápida da história nos 100 metros com barreiras, seu tempo ainda não foi batido nas olimpíadas

Entre as corridas do atletismo, há as provas que são disputadas com barreiras.

Os 100 metros com barreira são uma prova feminina. A prova é disputada na reta da pista de atletismo e cada atleta deve respeitar sua raia.

A largada é feita a partir de blocos de partida no chão da pista. Nos 100 metros de extensão da prova, são dispostas 10 barreiras, a serem saltadas pelos atletas. 

A primeira barreira é colocada a 13 metros da linha de partida, enquanto as seguintes têm 8,5 metros de distância entre si. Depois da última barreira, há um percurso de 10,5 metros até à linha de chegada. 

As barreiras têm 83,8 centímetros de altura e são colocadas de forma que caiam para a frente caso sejam tocadas pela corredora. 

O toque ou mesmo a derrubada de barreiras não desclassifica a atleta já que, geralmente, afeta de forma negativa o tempo final na prova. 

A competidora pode ser desclassificada caso invada a raia de outra atleta ou tenha um tempo de reação ao sinal de largada inferior a 0,1s, considerado uma largada falsa.

  • Recorde Olímpico dos 100 metros com barreiras: Jasmine Camacho-Quinn (Porto Rico), com 12s26 – (2021)

110 metros com barreiras

Aries Merritt é recordista mundial dos 110 metros com barreira
Aries Merritt é recordista mundial dos 110 metros com barreira, sua marca não foi superada nos Jogos Olímpicos

Os 110 metros metros com barreiras são uma prova masculina.

Assim como nos 100 metros com barreiras, que são uma disputa feminina, a prova é realizada na reta da pista de atletismo e cada atleta deve respeitar sua raia.

Nos 110 metros de extensão, são dispostas 10 barreiras, que devem ser saltadas. 

A primeira barreira é colocada a 13,72 metros da linha de partida. As seguintes têm 9,14 metros de distância entre si. Depois da última barreira, há um percurso livre de 14,02 metros até à linha de chegada. 

As barreiras têm 1,067 metros de altura. Seu posicionamento é feito para que a barreira caia para a frente se for tocada por um atleta.

Caso toque ou mesmo derrube barreiras, o atleta não é desclassificado, já que, geralmente, essa falha técnica afetará de forma negativa o seu tempo na prova. 

A desclassificação ocorre se o atleta invadir a raia de outro competidor ou se tiver uma largada falsa.

  • Recorde Olímpico dos 110 metros com barreiras: Liu Xiang (China), com 12s91 – (2004)

400 metros com barreiras

Dalilah Muhammad recordista mundial dos 400 metros com barreiras
Dalilah Muhammad já foi recordista mundial dos 400 metros com barreiras

Os 400 metros com barreiras são disputados tanto por homens quanto por mulheres.

Nessa prova, é dada uma volta completa na pista de atletismo, onde são colocadas 10 barreiras. Os atletas devem permanecer dentro de suas raias durante todo o percurso.

Todas as barreiras têm largura idêntica à da raia de corrida e são projetadas para cair para frente, caso sejam tocadas.

Na prova masculina, as barreiras têm 94,1 centímetros de altura. Já na disputa feminina, têm altura de 76,2 centímetros. 

Os atletas não são desclassificados se tocarem ou mesmo derrubarem as barreiras. A eliminação acontece se invadirem a raia de outro competidor ou tiverem tempo de reação inferior a 0,1s, o que é considerado uma largada falsa.

  • Recorde Olímpico dos 400 metros com barreiras masculino: Karsten Warholm (Noruega), com 45s94 – (2021)
  • Recorde Olímpico dos 400 metros com barreiras feminino: Sydney Mclaughlin (Estados Unidos), com 51s46 – (2021)

3 mil metros com obstáculos

Saif Saaeed Shaheen é o detentor do recorde mundial dos 3 mil metros com obstáculos
Saif Saaeed Shaheen é o detentor do recorde mundial dos 3 mil metros com obstáculos, sua marca ainda não foi superada na Olímpiada

Os 3 mil metros com obstáculos são uma prova disputada na pista de atletismo, em que os atletas devem correr e saltar barreiras e fossos d’água.

Na largada, os atletas não são divididos em raias. Ao longo do percurso, eles devem saltar 28 barreiras e sete fossos d’água.

Na prova masculina, as barreiras têm 94,1 centímetros de altura. Já na disputa feminina, têm altura de 76,2 centímetros.

O fosso d’água de superfície inclinada tem 3,66 metros de comprimento. Na parte mais funda, exatamente embaixo da barreira, a profundidade atinge 70 centímetros. Nas extremidades, ele é mais raso, o que favorece os atletas que saltam melhor.

Ao contrário das provas com barreiras, em que elas são projetadas para cair caso sejam tocadas, os obstáculos nesta prova são mais firmes. Por muitas vezes, os atletas os utilizam como impulso ao saltá-los.

  • Recorde Olímpico dos 3 mil metros com obstáculos masculino: Consensus Kipruto (Quênia), com 8min03s28 – (2008)
  • Recorde Olímpico dos 3 mil metros com obstáculos feminino: Gulnara Samitova-Galkina (Rússia), com 8min58s81 – (2008)

Maratona

Eliud Kipchoge é recordista mundial da maratona
Eliud Kipchoge foi o primeiro homem a correr uma maratona em menos de 2 horas, porém nas Olímpiadas a melhor marca é outra

Prova mais tradicional do atletismo, a maratona é disputada em ruas ou estradas. Seu percurso tem 42 quilômetros e 195 metros — distância oficial estabelecida em 1921.

Nas maratonas sob chancela da Federação Internacional de Atletismo, é obrigatório que o percurso tenha marcações da distância percorrida a cada quilômetro. Assim, os corredores podem saber em que ponto se encontram.

  • Recorde Olímpico da Maratona masculina: Samuel Kamau Wanjiru (Quênia) com 2 horas, 06 minutos e 32 segundos – (2008)
  • Recorde Olímpico da Maratona feminina: Tiki Gelana (Etiópia), com 2 horas 23 minutos e 07 segundos – (2012)

Marcha Atlética

Yohan Diniz recordista mundial da marcha atlética de 50km
O francês Yohan Diniz é recordista mundial da marcha atlética de 50km, seu tempo ainda não foi superado em Jogos Olímpicos

As regras da marcha atlética determinam que os atletas não podem tirar os dois pés do chão ao mesmo tempo. Ou seja, o atleta tem de estar sempre em contato com o solo.

Além disso, o joelho da perna que dá a passada não pode ser flexionado até que seja realizado o movimento completo, desde o momento do primeiro contato com o solo até que se encontre em posição vertical.

Há diversos árbitros espalhados pelo percurso para verificar se os atletas estão seguindo as regras da marcha. Caso um competidor deixe de tocar o solo em algum momento, ele será advertido. O acúmulo de três advertências resulta em eliminação.

Na marcha atlética, os homens competem em percursos de 20 e 50km. Já as mulheres têm somente a disputa de 20km.

A marcha atlética de 50km é a prova mais longa do atletismo.

  • Recorde Olímpico da Marcha Atlética de 20 km masculina: Chang Din (China), com 1h18min46s – (2012)
  • Recorde Olímpico da Marcha Atlética de 20 km feminina: Yelena Lashmanova (Rússia), com 1h25min02s – (2012)
  • Recorde Olímpico da Marcha Atlética de 50 km masculina: Jared Talent (Austrália), com 3h36min53s – (2012)

Heptatlo 

Jackie Joyner-Kersee recordista mundial do heptatlo
Jackie Joyner-Kersee fez a maior pontuação da história no heptatlo

O heptatlo é a versão feminina da prova do atletismo que combina diversas modalidades em uma só disputa.

São 7 modalidades: 

  • 100m com barreiras; 
  • salto em altura; 
  • arremesso de peso; 
  • 200m rasos; 
  • salto em distância; 
  • lançamento de dardo;
  • 800m rasos.

Em cada prova, as competidoras recebem pontuações de acordo com os resultados alcançados. Ao fim de todas as disputas, que duram dois dias, aquelas que somarem as maiores pontuações são os vencedores.

  • Recorde Olímpico do Heptatlo: Jackie Joyner-Kersee (Estados Unidos), com 7.291 pontos – (1988)

Decatlo

Kevin Mayer recordista mundial do decatlo
O francês Kevin Mayer é dono da maior marca já alcançada no decatlo, com 9.126,  a pontuação não foi superada nas Olímpiadas

Conhecido por ser a disputa que aponta o atleta mais completo, o decatlo é uma prova masculina com 10 modalidades:

  • 100m rasos; 
  • salto em distância; 
  • arremesso de peso; 
  • salto em altura; 
  • 400m rasos; 
  • 110m com barreiras; 
  • arremesso de disco; 
  • salto com vara; 
  • lançamento de dardo;
  • 1.500m rasos.

As provas de decatlo são disputadas ao longo de dois dias. Nas 10 modalidades, os atletas são pontuados de acordo com os resultados alcançados. Ao fim de todas as disputas, aqueles que somarem as maiores pontuações são os vencedores.

  • Recorde Olímpico do Decatlo: Damian Warner (Canadá), com 9.018 pontos – (2021)

Revezamento 4 x 100 metros

Jamaica recorde mundial 4x100 metros rasos
Liderado por Usain Bolt, quarteto jamaicano fez o recorde mundial dos 4×100 metros rasos

O revezamento 4×100 é a prova do atletismo em que equipes buscam mostrar que contam com os melhores velocistas. 

Nessa prova, cada atleta percorre um quarto da distância total (100 metros) e deve fazer a passagem de um bastão para o próximo companheiro de equipe. 

A passagem do bastão ao próximo corredor deve ser feita dentro de uma faixa de troca de 20 metros marcada no chão — 10 metros antes e 10 metros depois da linha de partida do próximo corredor.

Caso a passagem de bastão seja feita fora da área delimitada, a equipe será eliminada. Já se houver a queda do bastão, o atleta deve retornar para pegá-lo.

  • Recorde Olímpico do Revezamento 4×100 masculino: Jamaica, com 36s84 – (2012)
  • Recorde Olímpico do Revezamento 4×100 feminino: Estados Unidos, com 40s82 – (2012)

Revezamento 4 x 400 metros

Estados Unidos recorde mundial 4x400 metros rasos
Norte-americanas registraram a melhor marca da história nos 4×400 metros rasos, mas não foi em uma Olímpiada

O revezamento 4×400 metros coloca em disputa times masculinos, femininos e mistos, em que as equipe são compostas por dois atletas de cada sexo.

Os Jogos de Tóquio, em 2020, são a primeira edição das Olimpíadas em que há a disputa do revezamento misto 4 x 400 metros no atletismo.

Na prova, cada um dos atletas percorrerá 400 metros. E, assim como no revezamento 4 x 100 metros, deve ser realizada uma passagem de bastão dentro de uma área limitada de 20 metros marcada no chão — 10 metros antes e 10 metros depois da linha de partida do próximo corredor.

  • Recorde Olímpico do Revezamento 4×400 masculino: Estados Unidos, com 2min55s39 – (2008)
  • Recorde Olímpico do Revezamento 4×400 feminino: União Soviética, com 3min15s17s – (1988)
  • Recorde Olímpico do Revezamento 4×400 misto: Estados Unidos, com 3min09s34 – (2019)

Salto Triplo

Jonathan Edwards recordista salto triplo
Jonathan Edwards atingiu a maior distância na história no salto triplo, mas não foi durante às Olímpiadas

No salto triplo, há a combinação de três saltos, até que o atleta caia dentro de uma caixa de areia. 

Inicialmente, há uma corrida de impulsão. De acordo com a Federação Internacional de Atletismo, o salto deve ser feito de tal maneira que o atleta pouse, no primeiro salto, com o mesmo pé com que ele saltou após a corrida. 

No segundo salto, o atleta deve pousar com o pé trocado, que servirá de impulsão para o salto final dentro da caixa de areia.

Os saltos são invalidados caso o atleta pise na linha de impulsão, que fica no ponto final da tábua de impulsão. 

O salto é medido da borda da linha de impulsão até a primeira marcação deixada pelo saltador na caixa de areia — ou seja, é considerada a marca mais próxima da linha de impulsão.

Cada competidor pode saltar três vezes durante as eliminatórias. Os 12 melhores são classificados para a final. 

Quem fizer o salto mais distante na decisão será o vencedor.

  • Recorde Olímpico do Salto triplo masculino: Kenny Harrison (Estados Unidos), com 18,09m – (1996)
  • Recorde Olímpico do Salto triplo feminino: Yulimar Rojas (Venezuela), com 15,67m – (2021)

Salto em distância

Mike Powell recordista do salto em distância
Mike Powell quase chegou aos 9 metros no salto em distância, mas não foi em uma Olímpiada

No salto em distância, após uma corrida até uma marca sinalizada no chão, os atletas saltam em direção a uma caixa de areia. 

A marca deixada na areia é usada para medir o salto, sendo considerada a distância entre a linha de impulso e o ponto mais próximo da marcação na areia. 

Caso o atleta pise na linha de impulsão, que fica no ponto final da tábua de impulsão, o salto será invalidado.

Geralmente, os atletas têm direito a 6 saltos por competição. Os três primeiros saltos podem ser usados para a definição dos 8 finalistas, que terão direito a mais três tentativas para definir o vencedor.

  • Recorde Olímpico do Salto em distância masculino: Bob Beamon (Estados Unidos), com 8,90m – (1968)
  • Recorde Olímpico do Salto em distância feminino: Jackie Joyner-Kersee (Estados Unidos), com 7,40m – (1988)

Salto em altura

Stefka Kostadinova recordista mundial do salto em altura
Recorde mundial do salto em altura pertence à búlgara Stefka Kostadinova, com 2m09, sua marca não foi alcançada em uma Olímpiada

O objetivo no salto em altura é ultrapassar um sarrafo sem derrubá-lo. Essa barra horizontal tem 4 metros de comprimento e fica apoiada entre duas traves.

Os atletas saltam sem auxílio e com a impulsão do pé de apoio.

A cada rodada, é determinada uma altura inicial. À medida em que os atletas ultrapassam a marca inicial, há o aumento de 3 centímetros para a próxima rodada. 

Para cada altura, os atletas têm três chances. Quem atingir a maior altura sem derrubar o sarrafo é o vencedor.

  • Recorde Olímpico do Salto em altura masculino: Charles Austin (Estados Unidos), com 2,39m
  • Recorde Olímpico do Salto em altura feminino: Yelena Slesarenko (Rússia), com 2,06m – (2004)

Salto com vara

Yelena Isinbayeva é dona do recorde mundial do salto com vara
Yelena Isinbayeva é dona do recorde mundial do salto com vara

No salto com vara, os atletas utilizam uma vara flexível, entre 4 e 5 metros, para tentar superar um sarrafo e, em sequência, caírem sobre um colchão. 

A pista de corrida para o salto deve medir no mínimo 45 metros e, ao fim dela, é posicionada uma barra horizontal de 4,5 m de comprimento, com 2,260 kg de peso máximo, sustentada por duas traves laterais.

No ponto final da pista de corrida, há uma caixa de metal ou madeira, com 1 metro de comprimento e 60 centímetros de largura, onde o saltador apoiará a vara para pegar impulso e tentar ultrapassar o sarrafo.

A partir da rodada inicial, há o aumento de 5 centímetros na altura do sarrafo. 

O atleta tem três tentativas para cada altura, sendo a melhor delas considerada como seu resultado final.

  • Recorde Olímpico do Salto com vara masculino: Thiago Braz (Brasil), com 6,03m – (2016)
  • Recorde Olímpico do Salto com vara feminino: Yelena Isinbayeva (Rússia), com 5,05m – (2008)

Arremesso de peso

Melhor marca da história do arremesso de peso pertence a Randy Barnes
Melhor marca da história do arremesso de peso pertence a Randy Barnes, batido em 2021

No arremesso de peso, a bola masculina pesa 7,26 kg, com cerca de 12 centímetros de diâmetro, enquanto a feminina tem peso de 4 kg e mede aproximadamente 9 centímetros. 

O arremesso é feito a partir de uma área circular, com diâmetro de 2,135 metros.

A regra determina que o arremesso deve ser sempre feito acima da linha do ombro e o atleta só pode deixar o círculo de lançamento depois de a bola tocar o chão. Caso contrário, o arremesso será invalidado.

A marca obtida em cada arremesso é medida a partir do primeiro lugar onde o peso bate no chão, dentro de um setor pré-determinado com 35° de abertura.

Em disputas com 8 competidores, cada atleta tem direito a 6 tentativas. Se houver mais do que 8 participantes, as três primeiras tentativas são usadas como classificação dos 8 finalistas. 

Na fase decisiva, serão mais três arremessos.

  • Recorde Olímpico do Arremesso de peso masculino: Ryan Crouser (Estados Unidos), com 23,30m – (2021)
  • Recorde Olímpico do Arremesso de peso feminino: Ilona Slupianek (Alemanha Oriental), com 22,41m – (1980)

Lançamento de disco 

Gabriele Reinsch recordista mundial do lançamento de disco
Alemã Gabriele Reinsch registrou o recorde mundial do lançamento de disco com impressionantes 76,8 metros, mas não foi em uma Olímpiada

Feito de metal, o disco pesa 2 kg nas competições entre homens e tem tamanho variável entre 21,9 e 22,1 centímetros. 

Na disputa feminina, o peso do disco é de 1 kg e o tamanho varia entre 180 e 182 mm. 

A área de lançamento tem diâmetro de 2,50 metros. Há um anteparo com 10 centímetros de altura na parte frontal dessa área, que não pode ser encostado pelo atleta.

Para a medição da distância lançada, o disco precisa aterrar dentro de uma área pré-marcada e o atleta não pode deixar o círculo antes do disco cair.

Em cada competição, são feitos entre quatro e seis lançamentos por atleta.

  • Recorde Olímpico do Lançamento de disco masculino: Virgilius Alekna (Lituânia), com 69,89m – (2004)
  • Recorde Olímpico do Lançamento de disco feminino: Martina Hellmann (Alemanha Oriental), com 72,30m – (1988)

Lançamento de dardo

Jan Zelezny é o recordista mundial do lançamento de dardo
Jan Zelezny é o recordista mundial do lançamento de dardo, mas não foi em uma edição Olímpica

No lançamento de dardo, o atleta corre para tomar impulso em uma pista de corrida 34,9 metros de comprimento e 4 metros de largura.

Nas disputas masculinas, o tamanho do dardo é de 2,7 metros e o peso é de 800g. Já nas competições femininas, o dardo mede tamanho de 2,3 metros, com peso de 600g. 

Conforme a regra da modalidade, o dardo precisa ser seguro pela empunhadura e lançado por cima do braço levantado ou dos ombros. 

Além disso, é proibido que o atleta se vire completamente e seu rosto fique em direção contrária ao lançamento, como é feito na técnica usada no lançamento de disco.

A marca obtida pelo atleta é medida desde o limite da zona de lançamento até o primeiro ponto onde o dardo tocou no chão, obrigatoriamente dentro de uma área específica no campo com um ângulo de abertura de 29°.

O lançador é desclassificado se sair da zona de lançamento antes, durante ou depois do lançamento, ou se o dardo tocar no solo sem ser pela ponta dianteira dele.

Cada atleta tem três tentativas para atingir a maior distância possível.

  • Recorde Olímpico do Lançamento de dardo masculino: Andreas Thorkildsen (Noruega), com 90,57m – (2008)
  • Recorde Olímpico do Lançamento de dardo feminino: Olisdeilys Menéndez (Cuba), com 71,53m – (2004)

Lançamento de martelo

Anita Wlodarczyk é recordista mundial do lançamento de martelo
Anita Wlodarczyk é recordista mundial do lançamento de martelo

O martelo do atletismo é composto por por uma bola de ferro presa a uma alça com arame metálico. Esse objeto pesa 7,26 kg e tem comprimento de 120cm na disputa masculina. Na competição feminino, seu peso é de 4 kg.

O lançamento é feito dentro de um círculo com 2,135 metros de diâmetro. O atleta não pode sair desse círculo durante o lançamento, senão sua tentativa será invalidada.

O martelo deve ser lançado numa área demarcada com abertura de 34,92º. A distância alcançada é medida entre o limite da zona de lançamento e o primeiro local onde o martelo tocar o solo.

Cada atleta tem 6 tentativas. Após as três primeiras, continuam na competição somente os 8 primeiros na classificação. 

Na fase final, são feitas outras três tentativas. Como resultado final, considera-se a melhor marca entre os seis lançamentos feitos.

  • Recorde Olímpico do Lançamento de martelo masculino: Sergey Litvinov (União Soviética), com 84,80m – (1988)
  • Recorde Olímpico do Lançamento de martelo feminino: Anita Wlodarczyk (Polônia), com 82,29m – (2016)

Nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, foram disputadas 24 provas masculinas de atletismo e 23 provas femininas. Em Tóquio 2020, há uma novidade: a primeira prova mista das Olimpíadas, no revezamento 4 x 400 metros. A saber, a edição japonesa foi disputada e 2021 devido a pandemia do coronavirus.

Agora que você está por dentro de todas as provas do atletismo nos Jogos Olímpicos e sabe quais são os seus recordes, veja conteúdos também de outros esportes:

*Última atualização em 16 de agosto de 2023